Antimicrobianos em laminados de PVC

Antimicrobianos em laminados de PVC

Segundo o instituto do PVC, o policloreto de vinila é um dos polímeros mais utilizados no mundo. Ele se destaca por ser capaz de gerar tanto produtos maleáveis como rígidos, apenas pela variação da porcentagem de plastificantes em sua composição. Sua relação custo-benefício o faz atuar em diversos setores oferecendo propriedades únicas, como: estabilidade química, resistência ao intemperismo e facilidade de reciclagem. Ainda, a partir da nanotecnologia é possível incorporar diferentes funcionalidades aos produtos de PVC, o que amplia o número de aplicações do polímero e agrega mais qualidade em sua utilização.

Policloreto de Vinila: O polímero sustentável

Em uma época onde a sustentabilidade demonstra cada vez mais sua importância, o Policloreto de Vinila se destaca por ser o único polímero comercial independente da extração do petróleo. Sendo o segundo termoplástico mais consumido no planeta (IBGE, 2011), 57% do peso do PVC é obtido a partir do Cloro extraído do sal marinho ou da salgema da terra, ambos insumos renováveis. O 43% restante provém do eteno, derivado do petróleo ou gás natural, mas que também pode ser obtido a partir do álcool da cana-de-açúcar.

Mesmo não sendo considerado um biopolímero, o PVC é facilmente reciclável, possui um ciclo de vida baixo, e seus produtos apresentam elevada durabilidade.


  • Antes de continuar com a leitura, não esqueça que você pode preencher o formulário abaixo e ficar por dentro de todas as novidades do blog. Caso esteja interessado em uma consultoria sobre as aplicações dos nossos antimicrobianos, não esqueça de expressar sua necessidade.


A fabricação de laminados sintéticos

Além das boas propriedades, a fabricação com baixo consumo de energia permite que o Policloreto de Vinila seja utilizado em uma elevada gama de produtos. Em destaque, estão os filmes e laminados de PVC, muito procurados para revestimentos náuticos, automobilísticos, calçadistas e civil.

O processo produtivo dos laminados sintéticos consiste na aplicação de um filme de PVC sobre um tecido, papel ou até mesmo um outro polímero. Para obtenção do filme, inicialmente a matéria prima é submetida a uma calandragem, onde o polímero é aquecido até atingir uma viscosidade específica, e é pressionado entre cilindros que planificam o material, resultando em uma lâmina de PVC. Clique aqui para saber mais sobre calandragem.

Quando um reforço têxtil ou um papel é aderido a esse filme ainda sob forma líquida ou pastosa, o PVC adere ao substrato, penetrando entre as fibras o que resulta em um ancoramento mecânico. Em seguida, o filme espalmado é submetido a um processo de fusão, onde a camada adquire uma maior resistência e aderência ao substrato. Esse procedimento é chamado de espalmagem. Diversos produtos são produzidos dessa maneira, a exemplo de contentores, capotas de automóveis e barcos, botes e boias infláveis, toldos, etc.

Aditivos em laminados de PVC

Nos produtos flexíveis de PVC, alguns plastificantes e aditivos como o óleo de soja epoxidado podem servir de alimento para microrganismos. (Tecnologia do PVC, 2ª Ed.) Além disso, em algumas aplicações como em lonas de caminhão ou setor náutico, existe uma grande exposição desses produtos à umidade e ao contato com bactérias, fungos e algas.

A forma mais simples de resolver ambos os problemas é a adição de aditivos antimicrobianos, que combatem a formação e a proliferação desses microrganismos indesejados, o que prolonga a vida útil dos produtos e promove mais saúde e bem estar aos seus utilizadores.

Outra característica importante do PVC é a não-propagação de chamas, entretanto a presença do Cloro em sua composição pode gerar gases tóxicos em sua queima. (WANG, R., UFPR) Para garantir a segurança em caso de exposição ao fogo, a incorporação de aditivos retardantes de chamas não-halogenados ou supressores de fumaça são importantes na segurança do consumidor.

Devido à sua versatilidade e sua estrutura polar, o PVC é um polímero muito suscetível à incorporação de aditivos. A TNS oferece ambas as soluções para o mercado de laminados em PVC, sem a necessidade de qualquer alteração no processo produtivo convencional. Nossa equipe de pesquisadores sempre busca por novos desenvolvimentos para agregar mais saúde e bem-estar à vida das pessoas.

TNS_Banner_Polimeros