Nanotecnologia no combate aos problemas respiratórios

Nanotecnologia no combate aos problemas respiratórios

Quem tem rinite sabe que os espirros intermináveis não escolhem a estação do ano. Quando é primavera, o pólen parece que existe em todos os cantos; quando começa o inverno e você pega aquele edredom guardado há meses, o desconforto no nariz, garganta e olhos parece não ter fim. Existe uma variedade de doenças respiratórias bem comuns e presentes na vida moderna. Você sabia que muitas delas podem ser prevenidas com o uso de antimicrobianos em artigos que usamos diariamente?

O que são doenças respiratórias?

As doenças respiratórias são as que afetam o trato e os órgãos do sistema respiratório, como nariz, pulmão e brônquios. Existem inúmeros tipos de doenças respiratórias, mas pode-se destacar entre as mais conhecidas e comuns:

Tuberculose, embolia pulmonar, alergias, pneumonia, fibrose cística, enfisema pulmonar, bronquite, asma e câncer. De todas essas doenças, duas são causadas diretamente por bactérias (tuberculose e pneumonia), e as alergias, indiretamente, podem ser causadas por diversos tipos de microrganismos.

Além dessas doenças, a gripe também é considerada uma doença respiratória e é bem conhecida por todos nós. Cerca de 650 mil pessoas morrem todos os anos de doenças respiratórias causadas pela gripe sazonal, de acordo com as estimativas divulgadas em dezembro de 2017 pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

problemas respiratórios

Mulher com tosse

Tipos de doenças respiratórias

As famosas rinites podem ser alérgicas ou infecciosas. A rinite crônica é causada normalmente pelo tabagismo, pela poluição do ar e até mesmo pelas alergias. Também pode acontecer devido a infecções tais como a sífilis, tuberculose, rinoscleroma, rinosporidiose, lepra, leishmaniose, blastomicose e histoplasmose. As infecções podem agravar-se e destruir o tecido mole, as cartilagens e os ossos do nariz.

As pneumopatias são o grupo de doenças pulmonares entre as quais se destacam a tuberculose pulmonar, pneumonia, pneumopatias fúngicas, pneumopatias parasitárias e síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido.

Muitas bactérias estão no ar e nem todas são patogênicas. As que causam doenças infecciosas também se aproveitam de qualquer meio úmido, propício para se propagar e acabam chegando às pessoas por meio do contato com doentes ou com superfícies contaminadas.

Os ácaros também são grandes vilões das pessoas que sofrem de rinite e estão presentes principalmente em colchões, roupas de cama e travesseiros, além de cobertas e edredons. Eles se alimentam de microrganismos, portanto quando mais o tecido ou superfície favorecer o desenvolvimento desses seres, mais os ácaros também crescerão e farão da vida das pessoas com alergias a eles um verdadeiro caos, provocando espirros, produção de muco, congestão nasal e coceira no nariz.

Os aditivos TNS combatem o desenvolvimento de microrganismos

Os antimicrobianos TNS são bactericidas (ou seja, matam o microrganismo da superfície da matriz onde estão inseridos) e bacteriostáticos (que significa que não propicia, tampouco, o desenvolvimento de microrganismos ali). Com esse impedimento à proliferação desses agentes, as doenças respiratórias causadas ou desencadeadas por eles tendem a ser diminuídas e evitadas. Hoje em dia, já é possível incorporar antimicrobianos em têxteis e espumas, com alta solidez a lavagens. Também é interessante sua incorporação em polímeros para conferir atividade antimicrobiana prolongada, e até mesmo a adição em tintas proporciona efeito antimofo e antibactéria, evitando alergias e rinites. Tomando como exemplo de artigo industrial um colchão, é possível adicionar compostos antimicrobiano ao processo produtivo tanto da espuma da qual é recheado quanto do tecido que o reveste, tornando-o à prova de microrganismos e diminuindo os potenciais riscos que um colchão cheio de ácaros e agentes patogênicos representa.

Muitos dos microrganismos combatidos pelos aditivos TNS à base de nanopartículas de prata e outros compostos antimicrobianos combatem (direta ou indiretamente) várias das doenças respiratórias, promovendo o bem-estar e biossegurança em diversos tipos de artigos industriais. Venha conversar conosco sobre o tema!

Artigo redigido por Geórgia Aimée Bruel Müller e revisado por João Carlos Carrion

 

Ebook TNS Tudo que você precisa saber sobre Bactérias e Fungos