Blog

Água contaminada: conheça os riscos e saiba como se prevenir

Dia 22/03, Sexta-Feira, é o Dia Mundial da Água. Nesta data voltamos nossa atenção para um dos bens mais preciosos de nosso planeta, seu uso indiscriminado e o impacto social que sua falta causa.

 

Segundo relatório da OMS feito em parceria com a UNICEF, cerca de de 2,1 bilhões de habitantes (três em cada dez pessoas) não têm acesso a água potável em casa, e 4,5 bilhões (seis em cada dez pessoas) não têm acesso ao saneamento básico.

 

O relatório, divulgado ainda em 2017, apresenta uma primeira análise a nível global da situação de distribuição de água potável e acesso a saneamento em todo mundo. A conclusão é que muitas pessoas são privadas deste bem natural essencial para a vida, sobretudo em zonas rurais e mais afastadas dos grandes centros urbanos.

 

O resultado é alarmante, o risco de contaminação nestas regiões é muito maior, todos os anos mais de 300 mil crianças com menos de 5 anos morrem devido ao contato com água contaminada.

 

contaminação bactérias água patógenos

Foto: ONU/Kibae Park

 

Doenças causadas por ingestão de água contaminada

A maioria das doenças transmitidas pela água são causadas por microrganismos existentes em reservatórios de água doce contaminada, normalmente, por fezes humanas ou de animais. Os riscos são invisíveis, até a água mais cristalina, como na imagem acima, pode estar contaminada e oferecer sérios riscos à vida humana. Para se ter uma ideia, apenas uma grama de fezes pode conter cerca de 10 milhões de vírus, 1 milhão de bactérias ou até 1000 parasitas. Diluída em seu reservatório de água, esta ameaça é praticamente indetectável, especialmente a olho nu.

 

A transmissão das doenças pode acontecer de diversas formas, tanto pela ingestão direta da água contaminada, pelos alimentos que entraram em contato com água imprópria e em alguns casos até o contato com a pele pode gerar riscos. Ainda assim a ingestão é a forma mais comum de contaminação.

 

Listamos abaixo algumas doenças causadas por microrganismos presentes na água contaminada:

 

Hepatite A

A hepatite A é uma infecção viral transmitida pela via fecal-oral, ou seja, a pessoa precisa ter contato com fezes humanas contaminadas para se contaminar. A transmissão do vírus da hepatite A pode se dar pela contaminação de alimentos preparados por pessoas infectadas que não lavam as mãos após irem ao banheiro ou pelo contato da água com fezes contaminadas, o que ocorre principalmente nos locais onde não há saneamento básico.

 

Diarreia Infecciosa

Importante causa de morbimortalidade no Brasil e em países subdesenvolvidos, a diarreia aguda tem incidência elevada e os episódios são frequentes na infância, particularmente em áreas com precárias condições de saneamento. Vários vírus, germes, parasitas e bactérias podem contaminar a água, na maioria das vezes pela via fecal-oral, e causar quadros bem graves de desidratação.

 

Amebíase

Assim como a diarreia, a amebíase é adquirida por comer ou beber algo contaminado com material fecal. Essa doença é causada por uma ameba chamada E. histolytica, que entra no trato digestivo como um minúsculo ovo. As amebas se alimentam do muco da parede intestinal e começam a reprodução, se espalhando cada vez mais. A doença pode ser branda ou extremamente dolorosa quando o quadro se complica, sendo responsável por cerca de 100 mil mortes no mundo inteiro.

 

Cólera

A cólera é uma infecção que ataca o intestino dos seres humanos e também é transmitida pela via fecal-oral, podendo ser adquirida por água e de alimentos contaminados. A Vibrio cholerae, bactéria causadora da doença, instala-se no intestino e passa a produzir uma toxina que ataca as células intestinais, provocando uma grave diarreia e fazendo com que o organismo elimine uma grande quantidade de água e sais minerais, acarretando uma séria desidratação.

 

Ascaridíase

É a verminose intestinal humana mais disseminada no mundo, causada por um parasita chamado Ascaris lumbricoides, popularmente conhecido como lombriga. A contaminação acontece quando há ingestão dos ovos infectados do parasita, que podem ser encontrados no solo, água ou alimentos contaminados por fezes humanas.

 

Como se proteger dos riscos?

Mas afinal, como saber se estou seguro? O primeiro passo para se proteger é manter uma boa higiene. Lavar bem as mãos e higienizar os alimentos. Estas são apenas algumas das formas de se prevenir.

 

água filtro carvão ativado pura potável

 

Outra alternativa importante que você pode adotar na sua casa é o uso de filtros domésticos de água. Os filtros convencionais encontrados nas lojas possuem muitas diferenças, alguns filtram apenas resíduos/sedimentos e outros também incluem a opção de filtrar sabores e odores desagradáveis provenientes na água. Os elementos filtrantes que podem reduzir esses efeitos indesejáveis na água e que são utilizados em filtros domésticos são basicamente divididos em três tipos: carvão ativado (carbon block), velas cerâmicas e elementos meltblow (normalmente em polipropileno).

 

Entretanto nem sempre os filtros são a total condição de segurança. Deve-se se considerar que este materiais tornam-se ineficazes quando a porosidade do meio filtrante é maior do que as dimensões das partículas de impurezas presentes na água e além disso, pode favorecer a formação de biofilmes em sua porosidade característica. A conclusão: em vez da ação benéfica, o filtro torna-se uma fonte de contaminação devido ao alojamento das colônias de bactérias no elemento filtrante.

 

Em resposta a isto a TNS oferece aditivos antimicrobianos para a indústria de filtros. Os aditivos TNS garantem máxima proteção contra as bactérias nocivas encontradas na água. Além disso podem ser aplicados desde o elemento filtrante até a parte externa do filtro, passando por todas as partes que entram em contato com a água e com o manuseio de quem o esteja utilizando, garantindo máxima proteção para você e sua família.

 

A proteção antimicrobiana impede que novas bactérias se proliferem nos filtros e elimina até 99,9% dos microrganismos presentes na água. Garantindo assim uma eficácia maior aos filtros domésticos além de manter sua propriedade filtrante por mais tempo.

 

Quer saber mais sobre nossas aplicações e como ela pode ser incorporada ao seu negócio? Acesse!

 

Ebook TNS Tudo que você precisa saber sobre Bactérias e Fungos

Fontes: Terra, TNSolution e ONU.